domingo, 4 de setembro de 2011

Adeus, Bogotá!

Joana, esquece os dias. Passa tardes espiando pela janela e cuspindo nas calçadas.